MAMOPLASTIA DE AUMENTO (SILICONE)

Símbolos da feminilidade, os seios maiores, mais firmes e com formato mais sensual, já se tornaram desejo entre as mulheres de todas as idades. De acordo com estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – SBCP, o implante de prótese de silicone ocupa o ranking das cirurgias estéticas mais realizadas atualmente no Brasil.

Indicação:

O aumento das mamas, geralmente é indicado:

  1. Para pacientes acima de 15 anos de idade, que já atingiram o desenvolvimento completo das mamas;
  2. Após a gravidez, respeitando o prazo de 6 meses após a interrupção do período de lactação;
  3. Após grande perda de peso;
  4. Em casos de assimetrias;
  5. Ou simplesmente pela insatisfação da paciente, por achar as mamas pequenas demais.

A cirurgia:

A cirurgia geralmente tem duração de 1 a 2 horas e é realizada sob anestesia peridural com sedação venosa ou geral quando existem outros procedimentos associados. Na maioria das vezes a paciente recebe alta no mesmo dia.

A colocação da prótese pode ser subglandular, quando acoplada atrás do tecido mamário, ou submuscular, quando é inserida sob o musculo peitoral.

As incisões das próteses são feitas em áreas discretas para ajudar a minimizar as possibilidades de que a cicatriz fique visível. As opções incluem: incisão inframamária: abaixo das mamas, incisão transaxilar: através das axilas, e incisão periareolar: através da aréola.

Próteses de silicone:

As próteses de silicone possuem diversas variedades em seu tamanho, formato, altura e preenchimento. Os tamanhos podem variar entre 60 à 500 ml. O formato pode ser arredondado ou em forma de “gota”.

A altura varia entre perfis que podem ser:

  1. Baixo: dão um formato discreto das mamas;
  2. Médio: aumentam a projeção das mamas;
  3. Alto: aumentam a projeção e o preenchimento das mamas;
  4. Super alto: Fazem maior projeção da cólo inferior da mama.

O preenchimento das próteses mais utilizado são os de gel de silicone coesivos e não líquidos, considerados os mais seguros, uma vez que não oferecem risco de vazamento no caso da prótese romper. A palpação e a textura é bem próxima dos tecidos do corpo, dando grande naturalidade ao resultado. Outro tipo de preenchimento são as próteses de salinas, que são preenchidas com soro fisiológico. A textura desta é mais artificial e os riscos de vazamentos são maiores.

Pós-cirúrgico:

A recuperação leva em média 15 dias. O uso diário do sutiã modelador é muito importante para uma boa recuperação, e  pode ser o diferencial para uma cirurgia com bons resultados.

Além de diminuir o inchaço das mamas e proteger a cicatriz, o sutiã modelador, auxilia para manter o novo formato das mamas, garantindo que seja o mais natural possível e não fique disforme ou assimétrica.

A indicação do uso do sutiã geralmente é de 30 a 40 dias.

Em alguns casos, é recomendado de 5 a 10 sessões de drenagens linfáticas, para evitar estrias e minimizar hematomas.