GINECOMASTIA

Conhecida como ginecomastia, a redução de mama para os homens é a correção cirúrgica das glândulas mamárias demasiadamente desenvolvidas ou grandes. Pode ocorrer em uma ou ambas as mamas, geralmente com um aumento de forma desigual, e começa com um pequeno nódulo abaixo do mamilo, que pode ser sensível.

Indicação:

A cirurgia é indicada para homens que possuem excesso de tecido adiposo e glandular, resultantes de alterações hormonais, condições de hereditariedade, doença ou utilização de certas medicações.

A cirurgia:

A ginecomastia é uma cirurgia bem simples, com duração máxima de 2 horas. A anestesia utilizada é a local com sedação e os pacientes tem alta no mesmo dia do procedimento.
Quando há apenas tecido gorduroso nas mamas, a correção é feita por meio de uma lipoaspiração. Pacientes que emagreceram – com dieta ou cirurgia bariátrica – podem ter uma sobra de pele incapaz de retrair, o que exige um procedimento de retirada.

A ginecomastia de origem glandular, por sua vez, requer um método diferente: É preciso remover as glândulas mamárias que foram produzidas em excesso. Por conta disso, são feitas pequenas incisões em volta da auréola. É comum que uma lipoaspiração seja feita ao mesmo tempo para que haja uma diminuição dos tecidos ao redor.

Pós-cirúrgico:

É necessário o uso de uma malha compressiva, para evitar o acúmulo de fluidos e sangramento, por no mínimo 15 dias.