ABDOMINOPLASTIA

Ter um abdômen liso e tonificado é algo que muitos se esforçam para ter através de exercício físico e controle de peso. No entanto, às vezes, esses fatores não são suficientes para alcançarmos esses objetivos. A abdominoplastia é um procedimento em que se remove o excesso de gordura e de pele e, na maioria dos casos, restauram os músculos enfraquecidos, criando um perfil abdominal mais suave e tonificado.

Indicação:

A abdominoplastia é indicada nos casos em que há uma flacidez abdominal comprovada, que pode ter sido causada por:

  1. Gravidez;
  2. Envelhecimento;
  3. Oscilações de peso;
  4. Hereditariedade.

A cirurgia:

A duração da cirurgia em média é de 4 horas, sendo realizada sob anestesia peridural com sedação venosa. Na maioria das vezes a paciente recebe alta um dia após a cirurgia.
Existem dois métodos para esta cirurgia: a abdominoplastia e a miniabdominoplastia.

Normalmente, a abdominoplastia requer uma incisão horizontal na região logo acima dos pelos pubianos que se estende até próximo dos quadris, levemente curvada para cima. A extensão dessa incisão e a forma variam conforme a quantidade de pele a ser removida. Nesse momento os músculos abdominais são suturados para que se tornem mais rígidos, o que irá proporcionar uma barriga mais plana e uma cintura mais definida. Essa pele em excesso é esticada para baixo para que seja removida e é feito um orifício para recolocar o umbigo em sua posição de origem.

Quando a extensão do tratamento é menor, ela é chamada de miniabdominoplastia. Nesse caso a retirada do acúmulo de gordura e pele é feita apenas da região inferior da barriga, resultando em uma cicatriz menor.

Pós-cirúrgico:

A recuperação dura em torno de 21 dias. Durante um período mínimo de 35 dias, é obrigatório o uso de malha compressora, também conhecida como cinta pós-cirúrgica, de tamanho adequado ao paciente.